Orelhas de abano

A Otoplastia é a cirurgia que faz a correção das orelhas de abano, alterações essas que causam incômodo e constrangimento. O paciente pode ter a parte interna da orelha (concha) muito grande, ausência da dobra superior ou ainda um ângulo muito aberto entre a cabeça e a orelha.

Embora haja medidas objetivas para defini-la, na prática, é a percepção subjetiva que define se há abano ou não. O formato do rosto, o volume e penteado do cabelo e, também, o tamanho das orelhas, podem torná-las mais ou menos evidentes.

Cinco por cento da população têm orelhas de abano tanto no sexo feminino como no masculino e em mais de 90% dos casos, ocorre em ambas as orelhas, de forma simétrica ou não.

Qual a melhor idade para realizar otoplastia?

A otoplastia pode ser realizada em qualquer idade. Porém, em crianças recomendamos a execução da cirurgia por volta dos 4-6 anos, ou antes do início da escola, quando cerca de 90% do crescimento final da orelha estará completo. Esta estratégia evita que a criança fique exposta a eventuais traumas psicológicos que resultariam de apelidos e gozações por parte dos colegas.

Como é a cirurgia?

Realizada através de uma incisão localizada estrategicamente no sulco atrás da orelha, a otoplastia visa posicionar as orelhas mais próximo da cabeça e criar as dobras cartilaginosas que caracterizam esta parte do corpo. A “rotação” da orelha pode ser executada retirando-se um pedaço da cartilagem da concha (parte côncava adjacente ao orifício do canal da orelha) e/ou simplesmente utilizando suturas. As dobras são geralmente criadas através do enfraquecimento da cartilagem e da sua moldagem com suturas para garantir a cicatrização dos tecidos na posição correta.

Qual é a anestesia?

Local, associada a sedação, na maioria dos casos. Nas crianças menores é realizada a anestesia geral.

Qual a recuperação?

Após a cirurgia, é comum um edema (inchaço) e equimose (roxidão) moderados nas orelhas, que apresentam enorme regressão em até 21 dias. Depois desse período é comum a sensação de latejamento ou inchaço, principalmente em dias quentes, que também diminuem com o passar do tempo.

Qual curativo preciso usar?

O paciente sai da cirurgia com um curativo de atadura, tipo capacete. Esse curativo é retirado no dia seguinte e trocado por uma faixa que cobre as orelhas. É importante utilizar essa faixa integral por 7 dias e apenas para dormir nos próximos 7 dias.

O resultado é imediato?

Quando o curativo é retirado, já se pode ver uma melhora de 70% mesmo com as orelhas inchadas, entretanto, o resultado definitivo se dá em 6 meses.

Existem complicações?

A otoplastia é uma cirurgia que tem baixo índice de complicações e apresenta rápida recuperação. Em raros casos, pode aparecer edema (inchaço) prolongado, cicatriz hipertrófica ou recidiva. 


Convênios

Consultório

Iguatemi Business
Av. Gisele Constantino, 1850
Sala 710 - Sorocaba - SP
(15) 3413-6669
(15) 9 9657-8148

Ver no mapa

Fale conosco pelo telefone
Fale conosco por WhatsApp